Apresentação

As transformações que afetam a vida na atualidade refletem as formas historicamente adotadas pelo desenvolvimento capitalista, seu modo de produção e de distribuição das condições para a reprodução material e cultural da humanidade. Em todo o mundo são observadas importantes consequências econômicas, sociais e ambientais que se distribuem desigualmente no centro e na periferia do sistema. O desemprego, a vulnerabilidade do emprego, o aumento da carga de trabalho, o rebaixamento de salários, a concentração de riqueza, de renda e da terra; a crise sindical, o desmonte de direitos trabalhistas; as desigualdades de gênero e a discriminação das minorias; a precariedade dos sistemas públicos de saúde, de educação, da previdência e as condições inadequadas de moradia; a falta de perspectiva, a marginalização e a delinquência de jovens nas médias e grandes cidades; são questões-objeto que refletem as manifestações concretas e a amplitude dessa crise sistêmica. No conjunto, essas manifestações compõem a dívida social que afeta expressivos segmentos da população em todo o mundo.

O Ceará não foge a regra. Há uma enorme dívida que se avoluma e que exige o conhecimento sistemático de suas causas e a adoção de políticas para sua eliminação. Nesse contexto, é essencial que se possa contar com um sistema que monitore e contribua para a avaliação das políticas públicas e que, primordialmente, colabore para o controle social das ações governamentais, visando sua eficácia e um aproveitamento mais eficiente dos recursos públicos. Ele deve igualmente proporcionar subsídios aos gestores com vistas ao aprimoramento da sistemática de planejamento das ações governamentais e uma melhor qualificação de suas formulações de Políticas e Programas.

O Observatório de Políticas Públicas-OPP é um programa de extensão da Universidade Federal do Ceará que foi concebido, portanto, para atender a tais perspectivas. Para isso, ele integra diversas áreas do conhecimento com a participação de professores, alunos e funcionários, nos diversos Centros, Faculdades e cursos de pós-graduação, e se articula com entidades governamentais, não governamentais, da sociedade civil e o público em geral. A articulação e a integração acadêmica e institucional são efetivadas por meio de estudos, análises, projetos de pesquisa, dissertações e relatórios realizados a partir da produção dos participantes, das entidades envolvidas e dos planos de trabalho das unidades acadêmicas. Debates, discussões, reuniões e eventos sistemáticos são realizados, como ainda a produção de artigos e publicações. Por tudo isso se torna evidente a relevância acadêmica e social das ações desenvolvidas pelo Observatório, que tem como público alvo a sociedade cearense em geral e como finalidade precípua a melhoria das suas condições de vida.

Anúncios

Espaço de fortalecimento do controle social assente em informações, estudos, pesquisas e debates que suscitem análises críticas e propositivas quanto as políticas públicas no Ceará e no Brasil.