Ceará

Observatório de Políticas Públicas – OPP/UFC

MAPA CEARÁ

Dados Gerais

  1. Capital: Fortaleza
  2. População Estimada: 9.020.460(nove milhões, vinte mil e quatrocentos e sessenta habitantes) – Dado sujeito a alteração a qualquer momento.
  3. Área: 148.887.633m²(cento e quarenta e oito milhões, oitocentos e oitenta e sete mil, seiscentos e trinta e três metros quadrados) – Dado sujeito a alteração a qualquer momento.

Fontes

Acima é o mapa do território do estado do Ceará, retirado do site do IBGE, onde você pode conferir as fontes acima.

Cartografia

A base cartográfica digital do Estado do Ceará foi elaborada a partir da vetorização das cartas topográficas da SUDENE na escala 1:100.000, datadas de 1970. Atualizações de elementos cartográficos foram realizadas utilizando imagens de satélite. Por meio da base cartográfica possibilita-se o planejamento regional do território cearense, identificando-se elementos hidrográficos, vias de acesso, localidades, altimetria, entre outros.

 

Com o lançamento do Ceará em Mapas Interativos no ano de 2009 o IPECE disponibiliza para a sociedade e o governo uma valiosa ferramenta voltada para a análise de informações georreferenciadas e indicadores socioeconômicos. O Ceará em Mapas Interativos foi premiado na categoria de inovação do Prêmio Ceará Cidadania Eletrônica do ano de 2009 e com a Medalha de Mérito do Servidor neste mesmo ano. Neste link pode-se consultar artigo científico sobre o desenvolvimento do sistema, publicado na Revista Brasileira de Cartografia. Neste contexto, através da análise de informações georreferenciadas disponíveis em um SIG-WEB pode-se efetuar uma melhor gestão do território cearense, uma vez que o conhecimento e informações sobre o lugar aumentam o número de acertos na tomada de decisão e no planejamento de políticas públicas voltadas para a melhora da qualidade de vida da população cearense.

 

O Ceará em Mapas é composto de informações georreferenciadas e espacializadas para os 184 municípios cearenses, abordando aspectos ligados a informações político-administrativas, fisiográficas, demográficas, infraestruturais, sociais e econômicas; permitindo o conhecimento e também o aprofundamento da análise sobre os mais variados aspectos da realidade cearense.

 

O IPECE é responsável pela gestão da divisão político-administrativa dos municípios cearenses, tendo a atribuição de emitir pareceres técnicos e assessorar a Assembleia Legislativa no tocante aos limites municipais e a emancipação de novos municípios.

 

O mapa Básico do Estado do Ceará contém informações cartográficas referentes aos limites municipais, localização de distritos, povoados, localidades, vias pavimentadas e não pavimentadas, rios, açudes, entre outras, subsidiando o conhecimento e a gestão do território cearense.

 

Disponibilizam-se os mapas dos 184 municípios cearenses em formato PDF. Estes mapas foram elaborados a partir da base cartográfica digital na escala de 1:100.000.

 

Trata-se das imagens dos municípios disponíveis no sistema Ceará em Mapas Interativos, com zoom de acordo com os limites dos respectivos municípios. O satélite usado foi o Landsat 5, RGB 543. A partir do sistema o usuário pode consultar e analisar os dados georreferenciados, bem como imprimir o mapa elaborado no formato PDF.

 

Apresenta o estudo e a legislação que originou as Regiões de Planejamento do Estado do Ceará, criadas com vistas ao aperfeiçoamento das atividades de planejamento, monitoramento e implementação de políticas públicas de forma regionalizada.

 

  • Base cartográfica dos municípios do Pólo Ceará Costa do Sol
    A base cartográfica dos municípios do Polo Ceará Costa do Sol foi concluída no ano de 2008, sendo gerada através de um levantamento aerofotogramétrico almejando a elaboração de ortofotocartas na escala 1:20.000 para a área dos municípios e na escala 1:2.000 para as sedes municipais e distritos. Fazem parte do Polo Ceará Costa do Sol os municípios de Acaraú, Amontada, Aquiraz, Barroquinha, Camocim, Caucaia, Chaval, Cruz, Granja, Itapipoca, Itarema, Jijoca de Jericoacoara, Paracuru, Paraipaba, São Gonçalo do Amarante, Trari e Viçosa do Ceará.

 

Apresenta uma coletânea de estudos dando ênfase à análise espacial e territorial, assim como aos aspectos geográficos do estado do Ceará.

Estatística

O Anuário Estatístico do Ceará é um documento produzido desde 1985, onde são agregados dados e informações sobre as características geográficas, demográficas, sociais, econômicas e políticas do Estado do Ceará e seus municípios.

A publicação tem como objetivo fornecer uma síntese do atual cenário do Estado do Ceará nas mais diversas dimensões, tais como: demografia, educação, saúde, trabalho e rendimento, infraestrutura, desenvolvimento econômico, entre outras.

O IMA corresponde a um índice com periodicidade anual que objetiva mensurar a vulnerabilidade dos municípios cearenses no que tange às irregularidades climáticas, sendo calculado a partir de um conjunto de doze indicadores relacionados às áreas de meteorologia, produção agrícola e assistência social.

Apresenta uma visão panorâmica sobre os diversos aspectos dos 184 municípios que compõem o Estado do Ceará. O documento está organizado em cinco temas envolvendo aspectos geográficos, sociais, demográficos, culturais, infraestrutura, economia, finanças e poder local.

Corresponde a uma coletânea de indicadores para as catorze regiões de planejamento cearenses, criadas pela lei complementar nº 154 do ano de 2015, possibilitando uma abordagem regional no planejamento de políticas públicas. São analisados temas relacionados aos aspectos geográficos, demográficos, infraestrutura, sociais, economia e finanças.

Apresenta de forma rápida e sucinta um comparativo dos maiores e menores municípios cearenses em relação a indicadores das áreas de demografia, saúde, educação, infraestrutura, economia e previdência social.

Fonte

Estatística e Geografia do Estado do Ceará

Notícias do estado no site do governo do Estado do Ceará.

 

Anúncios

Espaço de fortalecimento do controle social assente em informações, estudos, pesquisas e debates que suscitem análises críticas e propositivas quanto as políticas públicas no Ceará e no Brasil.