Cora Coralina, 1977

Blog da Boitempo

Por Mouzar Benedito.

“Meus doces são melhores do que meus poemas”, me falou Cora Coralina, quando a conheci, em meados de 1976, levado por uma estudante de Serviço Social que trabalhava no Sesc de Goiânia. Eu estava fazendo uma pesquisa sobre cultura popular.

Os doces dela eram realmente muito bons. Ela ficou famosa como doceira. Mas muito mais como poetisa, revelada quando tinha mais de setenta anos de idade.

Ver o post original 2.277 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s