ANADEP minifesta-se sobre forneciemento de medicamentos de alto custo

nota-publica

  • Editado por Bruno
Anúncios

Palestra: Reforma do Ensino Médio

A ADUFC realiza na próxima segunda-feira, no auditório da ADUFC-Sindicato, Av. da Universidade, 2346 -Benfica, uma palestra que irá discutir os principais tramites da atual reforma na educação básica. O evento contará com a presença de Heleno de Araújo: secretário de Assuntos educacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores – CNTE – e Coordenador do Fórum Nacional de Educação – FNE.

WhatsApp Image 2016-09-28 at 15.46.21.jpeg

  • Editado por Bruno

Acompanhe como foi o evento: Propostas e Diálogos com o candidato João Alfredo

images

Proposta e diálogos com os candidatos à Prefeitura, evento esse promovido pelo Observatório de Políticas Públicas da UFC teve a honra de receber no dia 16 de Setembro, o candidato João Alfredo. A presença do candidato Gonzaga estava prevista para esse dia, mas por motivos pessoais ele não pode comparecer.

A abertura do evento teve como apresentadora a aluna Rebeca Santos e se deu através da leitura das cartas do OPP, do representante do fórum DCA, Ramon Anselmo e também da Representante do Sintufc, Keila Camelo. Após as leituras das cartas, a mediadora professora Dra. Ângela Pinheiro foi convidada a compor à mesa e também o candidato João Alfredo.

Ao decorrer do evento o candidato João Alfredo teve cerca de 20 minutos para discursar sobre suas propostas para Fortaleza. O público teve total liberdade para elaborar perguntas, as quais foram sorteadas durante três blocos, cada qual com cinco perguntas. O candidato teve cerca de 10 minutos para responder cada bloco de perguntas.

O evento teve a presença de aproximadamente 64 pessoas, entre elas alunos, professores, funcionários da UFC e a população em geral.

Veja o vídeo:

carta-forum-dcacarta-aos-candidatos-opp

Veja os vídeos do dia 15 de Setembro: Propostas e Diálogos com os candidatos Elmano de Freitas e Roberto Cláudio

Roberto Claudio e Elmano.jpeg

Proposta e diálogos com os candidatos à Prefeitura, evento esse promovido pelo Observatório de Políticas Públicas da UFC teve a honra de receber no dia 15 de Setembro, os candidatos Elmano de Freitas e Roberto Cláudio. A abertura do evento teve como apresentadora a aluna Sarah Martins e se deu através da leitura das cartas do OPP, do representante do fórum DCA, Ramon Anselmo e também da Representante do Sintufc, Keila Camelo. Após as leituras das cartas, o mediador professor Dr. André Ferreira foi convidado a compor à mesa e também os candidatos Elmano de Freitas e Roberto Cláudio.

Ao decorrer do evento cada candidato teve cerca de 20 minutos para discursar sobre suas propostas para Fortaleza. O público teve total liberdade para elaborar perguntas, as quais foram sorteadas durante três blocos, cada qual com cinco perguntas. Os candidatos tiveram cerca de 10 minutos para responder cada bloco de perguntas. Ressalvamos que o candidato Roberto Cláudio, devido a sua agenda, não pode responder aos três blocos de perguntas, respondendo apenas um.

O evento teve a presença de aproximadamente 125 pessoas, entre elas alunos, professores, funcionários da UFC e a população em geral.

Acompanhe o vídeo da abertura e da participação do candidato Roberto Cláudio:

Acompanhe o vídeo do candidato Elmano de Freitas:

 

carta-forum-dcacarta-aos-candidatos-opp

Diálogos com os Candidatos à Prefeitura de Fortaleza

O observatório de Políticas Públicas da UFC apresentou com a colaboração do fórum DCA (Fórum Permanente das Organizações Não Governamentais de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes do Ceará) e do Sintufc (Sindicato dos Trabalhadores da UFC) o ciclo de eventos intitulado PROPOSTAS E DIÁLOGOS COM OS CANDIDATOS À PREFEITURA DE FORTALEZA.

O evento ocorreu nos dias 15, 16 e 19 de Setembro, com a participação dos candidatos Elmano de Freitas (vice – Luiziane Lins), Roberto Cláudio, João Alfredo, Heitor Ferrer e Capitão Wagner.

O intuito do evento foi dar a oportunidade não só para os alunos e trabalhadores da UFC, mas para que todos os cidadãos de Fortaleza pudessem conhecer melhor cada candidato e principalmente suas propostas, tanto que o evento não consistiu em um debate e sim em uma exposição de propostas por parte dos candidatos. Os presentes puderam contribuir com o evento através de perguntas aos candidatos à prefeitura. As perguntas eram sorteadas para os candidatos e eles tinham um tempo de 20 minutos para respondê-las.

No dia 15 de Setembro, primeiro dia de evento, tivemos a participação dos candidatos Elmano de Freitas e Roberto Cláudio. A abertura do evento se deu através da leitura das cartas do OPP, do representante do fórum DCA, Ramon Anselmo da Silva e também do representante do Sintufc, Keila Camelo. Após as leituras das cartas, o mediador professor Dr André Ferreira foi convidado a compor à mesa e também os candidatos Elmano de Freitas e Roberto Cláudio.

carta-aos-candidatos-opp

carta-forum-dca

Acompanhe o vídeo da abertura do evento:

 

 

Como os eleitores veem os candidatos a prefeito?

Pesquisa destaca as características mais marcantes de cada candidato, segundo os entrevistados na última semana. O levantamento tem margem de erro de 3%, gerando empate técnico em alguns quesitos.01

Moderno, indeciso ou inteligente? A uma semana das eleições, a população pode não ter definido ainda seu voto, mas já formou opinião sobre a identidade dos postulantes a prefeito de Fortaleza. De acordo com a pesquisadora de mídia e eleições, Paula Vieira, os resultados do O POVO/Datafolha mostram como a propaganda política e o histórico influenciam o eleitorado.
Por um lado, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) é visto por 44% dos entrevistados como o mais realizador. Por outro, 40% apontam o candidato como aquele que governará para os ricos, se reeleito.“Realizador: obra é algo que chama a atenção. As pessoas tendem a visualizá-las no cotidiano: viadutos, binários, túneis. De fato, se pararmos para olhar, muitas delas foram levantadas em lugares onde os ricos transitam”, avalia Paula.
Construções são destacadas com frequência no programa de televisão do prefeito. Um dos motes de sua campanha tem sido: “para cada ataque, vamos apresentar uma obra realizada”. Os adversários de RC buscam atribuir-lhe o rótulo de prefeito dos ricos e aquele que prima pelo concreto em vez de pessoas. Para Paula, as mudanças na cidade também colaboraram para o prefeito se destacar como moderno.
No caso de Capitão Wagner (PR), ele é considerado autoritário (44%), mas percebido como quem vai atender os anseios dos mais pobres (28%). “Capitão Wagner cresce nas periferias. Todo programa, ele traz essa identidade, de alguém que cresceu pobre, mas teve sucesso. Por ser policial, é associado à autoridade. Tem esse viés”, analisa Paula.
O candidato admite a dificuldade de suavizar a imagem de autoristarismo atrelada à sua profissão. “Acho que já está provado que governos autoritários não funcionam. De forma alguma será nosso caso”, argumenta Wagner. Ele credita o marketing de sua campanha pelo bom resultado como inovador. “Alguns candidatos estão ate tentando copiar nosso formato (TV e redes sociais). Se estão fazendo isso é porque ele é bom”, afirma.
Já a terceira colocada em intenções de voto, Luizianne Lins (PT), aparece como menos autoritária e como uma das que privilegiaria os mais pobres se conseguisse se eleger. “É um indicativo claro de como as pessoas perceberam nossa administração voltada para pessoas com menos recursos”, diz o coordenador de campanha do PT, Waldemir Catanho.
No entanto, 20% dos entrevistados acreditam que ela faz promessas que não pode cumprir – em empate técnico, dentro da margem de erro de três pontos percentuais, com RC (18%) e Wagner (14%). No quesito “realizador”, Luizianne empata com Wagner em 2º lugar (16%). “Dá pra perceber que o governo da Luizianne deu prioridade aos direitos sociais e humanos. Como ela diz ‘cuidou das pessoas’. Mas isso não dá visibilidade, não chama atenção, retorno imediato. É mais a longo prazo”, diz Paula.
Ela justifica que por ter obras não concluídas, como o Hospital da Mulher que foi entregue sem funcionar plenamente, a candidata teve imagem prejudicada na análise de seu legado.

  • Fonte: O Povo.
  • Editado por Bruno

Convite do Fórum Estadual de Educação do Ceará

A coordenação Geral do fórum de educação do Ceara – FEE/CE – tem a honra de convidá-los(as) a participar do lançamento do CONAE 2018 e do 1º Ciclo Temático: “Quanto Vale dua Educação?” que ocorrerá por meio de mesa redonda denominada “Financiamento da Educação no Cenário Atual” no dia 04 de outubro de 2016, das 14h ás 17h, na ADUFC, Av. da Universidade, 2346 – Benfica, Fortaleza-CE.thumbnail_convite-jpg-lancamento-conae

3º Diálogos de Pesquisa: POÇO DA DRAGA QUE RESISTE E EXISTE!

capa-facebook-dp-poco-v1O Diálogos de Pesquisa é uma parceria entre o Laboratório de Estudos da Habitação da UFC (LEHAB) e o Escritório Modelo da UFC (CANTO) que tem como objetivo promover encontros de pesquisadores, profissionais e comunidades que trabalhem com temas relacionados ao direito à cidade e à habitação no intuído de divulgar pesquisas e dados atuais e principalmente fomentar espaços de debate.

Em sua terceira edição, trazemos para o debate o Caso da comunidade e ZEIS Poço da Draga, que vem ao resistindo ao longo das décadas e lutando pelo seu direito à habitação e à cidade.

Para começar o debate contaremos com a exposição da professora Linda Gondim (LEC-UFC), do professor André Almeida (Unifor), do geógrafo Sergio Rocha (morador do Poço), do professor Marcelo Capaço (lerha-Unifor) e da arquiteta e urbanista Cecília Andrade.

 

Local: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFC (sala 9) –  Av. da Universidade, 2890, Benfica.

Hora: 18:30

Palestrantes:

Prof. André Almeida (Unifor)

Professora Linda Gondim (LEC-UFC)

Sergio Rocha (geógrafo e morador do Poço)

Debatedores:

Prof. Marcelo Capaço (lerha-Unifor) e Cecília Andrade (arquiteta e urbanista)

 Página do evento no facebook: https://www.facebook.com/events/315458562141406/

  • Editado por Bruno

Candidato a vereador é esfaqueado durante assalto no Centro de Fortaleza

O ator e candidato a vereador pelo Psol, Ari Areia, foi vítima de assalto e esfaqueado na mão esquerda, na noite deste domingo, 25, na avenida Duque de Caxias, próximo da Praça Coração de Jesus, no Centro de Fortaleza. O artista precisou passar por uma cirurgia de emergência devido ao rompimento de um tendão e recebeu alta no início da tarde desta segunda-feira, 26.
Ari voltava da Praça do Ferreira, no Centro, após realizar panfletagem no local, acompanhado pelos coordenadores da sua campanha, Helena Vieira e Tavares Neto. O trio caminhou até uma parada localizada na avenida Duque de Caxias para pegar um ônibus com destino ao terminal da Parangaba, onde seguiria de lá para o Conjunto Esperança para nova panfletagem.

Na parada de ônibus, eles foram abordados por três adolescentes, que anunciaram o assalto. Ari conta que não percebeu que um deles estava armado. O artista, ao pensar que levaria um soco, fez um movimento com as mãos para segurar o golpe. “Eu pedi calma, achei que ele (o suspeito) ia me dar um murro e fui com a mão para segurar, mas vi a faca. Se não tivesse ido com a mão, poderia ter sido pior, pegou na mão”, explicou o ator.

Depois de sofrer o golpe de faca, Ari correu para o canteiro central da avenida. Os adolescentes levaram uma bolsa com documentos, cartões bancários, panfletos da campanha do candidato a vereador e um celular e fugiram a pé. “Eles estavam desnorteados, não sei se estavam drogados. Quando ele (o assaltante) desferiu uma facada em mim, eu corri. Ele ainda tentou dar uma facada no Tavares, mas pegou no comparsa dele. Eles ficaram perdidos e fugiram no rumo da praça Coração de Jesus”, contou o artista.

Após o assalto, Ari foi socorrido ao Instituto Dr. José Frota (IJF). Apesar de já ter recebido alta, o ator segue com a mão enfaixada e imobilizada. Segundo Areia, ele ainda não sente o dedo indicador. “Vou voltar amanhã (terça) para uma avaliação se o dedo está respondendo, se não tiver, saber como que resolve. Até agora está muito dolorido e não estou conseguindo mexer. Os outros (dedos) já voltaram a mexer, mas esse (o indicador) ficou se responder depois da cirurgia”, disse.

Como foi internado devido ao ferimento, Ari afirma que não teve tempo de ir a uma delegacia, mas deve procurar uma unidade ainda nesta segunda para realizar um Boletim de Ocorrência (B.O.). O candidato a vereador garante que cumprirá a agenda no restante da campanha sem receio de andar a pé e circular de ônibus por Fortaleza.
“A cidade é um emaranhado de complexidade. Não pode se fazer uma leitura recortada desse fato, estando como vítima sem entender que os garotos (que lhe assaltaram) também estão como vítimas. Não pode deixar de prosseguir com o coração cheio de esperança para não dar margem a outros sentimentos ruins. Não pode achar que a coisa não tem jeito, nem achar que o jeito é a repressão”, comentou.

  • Fonte: O Povo Online.
  • Editado por Bruno.