UFC cobrará R$ 5 por pessoa para utilização de auditórios

O reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry de Holanda Campos, assinou a portaria nº 3131/2016, que regulamenta o uso dos espaços da universidade . A medida, firmada no último dia 17 de agosto, determina a cobrança de R$ 5 para a utilização de auditórios em congressos, seminários e afins, tem causado insatisfações em alunos da instituição de ensino.

Publicado em caráter emergencial, o documento deve cobrir custos mínimos da instituição durante eventos realizados nas dependências da universidade. No entanto, os estudantes veem o ato como medida para cercear liberdades dentro da universidade.

Para o Diretório Central dos Estudantes (DCE), essa despesa deve acabar sobrando para alunos. O diretório alega que a nova portaria burocratizará ainda mais a realização de eventos dentro da instituição de ensino.

“Sabemos que a UFC sempre foi burocrática e vertical, principalmente para os estudantes. Isso se reflete no dia a dia quando precisamos realizar atividades na universidade. Seja para um calourada, um congresso, uma formação política, etc. Entretanto, estes problemas podem se agravar. Isso mostra o quanto a universidade continua sendo antidemocrática e hierarquizada. O objetivo dessa portaria é regulamentar a utilização dos espaços”, destaca o DCE.

Contudo, de acordo com a UFC, a ação objetiva preservar as finalidades públicas da instituição. “O objetivo é regulamentar o uso dos espaços da universidade, que recebe uma grande demanda diária, tanto da comunidade interna quanto da sociedade. É uma medida que preserva as finalidades públicas da instituição e respeita as normas internas, a legislação vigente e determinações dos órgãos públicos de controle externo”, afirmou em nota a assessoria da universidade.

Apesar da cobrança de taxas para o uso de espaços físicos, a UFC alega que a medida não deve afetar os estudantes da instituição. “O intuito da portaria não é inviabilizar o uso rotineiro dos espaços da instituição pelo público interno. Não haverá qualquer cobrança de alunos da UFC. Serão os entes privados promotores externos de eventos que pagarão o valor correspondente à capacidade de público de cada espaço cedido pela UFC”, informou.

Ainda conforme a UFC, a portaria deve cobrir custos. “Diariamente, a UFC recebe pedidos externos de cessão de espaços para eventos de interesses privados, os mais diversos. O uso desses espaços por entes privados externos gera custos que, a partir da portaria, serão objeto de contrapartida financeira para, minimamente, cobrir os custos correspondentes”, concluiu.

Protesto

A medida expedida na última semana já está em vigor e será levada ao Conselho Universitário (Consuni), instância colegiada máxima da UFC, que tem a participação da Administração Superior e da Administração Acadêmica da UFC. Sem concordar com a medida aplicada pela universidade, os estudantes da UFC realizam na manhã desta quarta-feira (31) uma passeata em protesto à portaria.

Fonte: Tribuna do Ceará

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s