SEMINÁRIO – CRISE E DESAFIOS DA SAÚDE PÚBLICA: CAOS, PRIVATIZAÇÃO E PERSPECTIVAS

CRISE E DESAFIOS DA SAÚDE PÚBLICA: CAOS, PRIVATIZAÇÃO E PERSPECTIVAS 
Impasses da EBSERH e a construção de um projeto à altura das complexas questões dos Hospitais Universitários
29 DE MARÇO/2016 – TERÇA – 8h30m Local: Fórum Autran Nunes, na Av. Tristão Gonçalves, esquina com Pedro I.

 

            Uma regra não escrita vigora na saúde (e não só) do Brasil: é proibido pensar uma saída diante de uma crise que acarretou o caos na saúde brasileira. Ela tornou-se inviável. Prevenção quase não existe. O exemplo do Aedes aegypti está aí. As políticas públicas geraram o caos. E saúde passou a custar o olho da cara. E no entra e sai de governo tudo muda, para nada mudar.

            150 milhões de brasileiros recorrem ao SUS. 50 milhões têm plano de saúde. Saúde pública virou uma calamidade. A privada se degenera. E, apesar dos esforços dos profissionais, o ensino, a pesquisa, a extensão e a própria prática das questões da saúde não estão à altura dos desafios do século XXI.

            Ultrassons, tomografias computadorizadas, ressonâncias magnéticas, cintilografias, endoscopias, cateterismos e outras tecnologias fornecem imagens nítidas e dão ideia do funcionamento dos órgãos internos das pessoas. No entanto, a utilização dessa tecnologia está proibida para milhões de brasileiros(as).

            A luta contra as demissões no Hospital das Clínicas e Maternidade Escola da UFC aumentou a nossa consciência e o nosso compromisso para uma resposta à gravidade da crise da saúde pública.

            Nessa batalha constatamos que a criação da EBSERH pelo Governo Lula/Dilma agravou ainda mais o quadro das unidades hospitalares universitárias. Nossa reflexão e luta nos possibilitaram o conhecimento de inúmeras denúncias em todo o Brasil, expondo a verdadeira face da EBSERH: inconstitucionalidade, imoralidade, ilegitimidade, privatização dos hospitais universitários, quebra da unidade entre ensino, pesquisa e extensão, restrições à autonomia da própria Universidade, tentativa de cessão dos funcionários estatutários à referida empresa, imposição de demissões de milhares de trabalhadores(as) em todo o Brasil, etc., etc..  No Ceará, além disso, denúncias apontam para assédio moral, desrespeito a direitos e péssimas condições de funcionamento das referidas unidades de saúde, que vêm se agravando com o processo de demissão dos trabalhadores(as) vinculados à SAMEAC. E o que é mais grave, não há espaço para uma discussão aberta, arejada, tendo em vista a gravidade da situação.

              Agora, você está sendo convidado(a) para participar de uma reflexão e tomada de medidas para enfrentar e começar a resolver a luta sobre essa temática. Esse é o objetivo do  Seminário que será realizado no dia 29 de março com o tema “Crise e Desafios da Saúde Pública: Caos, Privatização e Perspectivas – Impasses da EBSERH e a construção de um projeto à altura das complexas questões dos hospitais universitários” com a presença de vários(as) convidados(as).

            Renovamos convocação para a Audiência na Justiça do Trabalho no dia 30 de março, às 8h30m, quando realizaremos manifestação em solidariedade à luta dos companheiros contra as demissões. Será no Fórum Autran Nunes, na Av. Tristão Gonçalves, esquina com Pedro I.

            Você não pode perder essa reflexão e essa luta. Participe! Colabore!

            Vamos construir um futuro diferente para a nossa gente aqui, no Brasil e no Planeta!

 

SEMINÁRIO CRISE E DESAFIOS DA SAÚDE PÚBLICA:

CAOS, PRIVATIZAÇÃO E PERSPECTIVAS –

Impasses da EBSERH e a construção de um projeto

à altura das complexas questões dos Hospitais Universitários

 

 

29 DE MARÇO/2016 – TERÇA – 8h30m

 

 EXPOSITORES:

 MDTS, CRÍTICA RADICAL, Dr. Jorge Darze (RJ) /

Dr. Darley Wollmann (PR) / Dr. Paulo Everton (Ce)/

 Dr. Clóvis Renato (Ce)

 

PROMOÇÃO/APOIO:

 MDTS / CRÍTICA RADICAL / C.A. Medicina / SENECE / CREFITO 6 / CESAU / Fórum em Defesa do SUS / SINDMEDCE / SINTUFC / CBJP / SINDIODONTO /

SASEC / CRESS / AFBNB /SINTAF / SINDPD / UMC, …

 

Obs: O Dr. Jorge Darze é Presidente do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, integrante da Diretoria da FENAM (Federação Nacional dos Médicos), membro da ABRAMES (Academia Brasileira de Médicos Escritores) e da Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde.

         O Dr. Darley é Diretor do Sindicato dos Médicos do Paraná e da FENAM (Federação Nacional dos Médicos), Servidor do Complexo Hospitalar da UFPR e integrante da Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s